Últimos dias para inscrição nos cinco editais da FUNCEB/Fundo de Cultura

Projetos nas áreas de artes visuais, fotografia, dança, música e teatro serão beneficiados com investimento superior a R$ 2 milhões

Novos espetáculos de teatro, CDs, montagens de dança, exposições e catálogos de fotografia vêm por aí. Quarenta e três projetos culturais, sendo 17 do interior do Estado, serão desenvolvidos a partir de cinco editais realizados pela Fundação Cultural do Estado da Bahia, via Fundo de Cultura, da Secretaria de Cultura, e receberão, no conjunto, recursos na ordem de R$ 2,350 milhões. Interessados que ainda não fizeram inscrição tem apenas alguns dias para apresentar propostas. Os cinco editais são: o inédito Fotografia Baiana – Apoio à Publicação de Ensaios Fotográficos (com inscrição até dia 8), e os tradicionais Matilde Matos – Apoio à Curadoria e Montagem de Exposições (dia 8), Apoio à Produção de Conteúdo em Música (dia 9), Manoel Lopes Pontes – Apoio à Montagem de Espetáculos de Teatro (dia 9) e Yanka Rudzka – Apoio à Montagem de Espetáculos de Dança (dia 8).

Uma das características dos editais via Fundo de Cultura é destacada pela diretora da FUNCEB, Gisele Nussbaumer: “O ineditismo das propostas é um pré-requisito e diferencial da seleção. O apoio financeiro, que foi aumentado nesta edição 2009, proporciona a oportunidade do público conhecer novas ideias de artistas e produtores”. Os editais que receberam maior incremento de recursos este ano são Yanka Rudzka –Montagem de Dança e Manoel Lopes Pontes –Montagem de Teatro, que vão selecionar, cada um deles, uma montagem voltada para o público infanto-juvenil, de acordo com a estratégia direcionada à formação de platéia.

Teatro – Diretor de Teatro da FUNCEB, Gordo Neto diz que nutre grande expectativa em relação aos resultados do edital Manoel Lopes Pontes – Montagem de Teatro, que em 2009 conta com R$ 720 mil em apoio financeiro. “Os valores foram sensivelmente acrescidos, sobretudo em decorrência das solicitações da própria classe, que tem o entendimento de que deve montar os espetáculos e mantê-los em cartaz”, raciocina, destacando que os proponentes selecionados deverão realizar temporada mínima de oito apresentações.

Dez montagens serão selecionadas pelo edital lançado. Duas delas são voltadas para o público infanto-juvenil. O diretor deduz que o edital pode representar para uma fatia dos candidatos uma oportunidade de concretização de “desejos guardados por falta de recursos, por captação na área privada, por dificuldades e por declínio de captação pelas leis de incentivo”. Ainda em 2009, a Diretoria de Teatro lança, também via Fundo de Cultura, dois outros editais, voltados para circulação e dramaturgia.

Dança – Com recursos em 2009 também totalizando R$720 mil, o edital Yanka Rudzka –Montagem de Dança contemplará dez propostas inéditas de montagem em quatro categorias: a primeira selecionará quatro projetos no valor de até R$ 40 mil, sendo pelo menos um para montagem de espetáculo infanto-juvenil; a segunda contemplará três projetos no valor de até R$ 70 mil, também com pelo menos uma montagem para o público infanto-juvenil, a terceira categoria apoiará dois projetos no valor de até R$ 100 mil e a quarta categoria irá selecionar um projeto no valor de R$ 150 mil. “Em função dos resultados obtidos em outros editais de montagem e com o visível aumento da produção na área de dança, houve um interesse do próprio governo em ampliar o apoio”, argumenta Alexandre Molina, diretor de Dança da FUNCEB.

Editais espelham a diversidade da produção do estado

Pela primeira vez, o edital Produção de Conteúdo em Música oferece a possibilidade do custeio da prensagem, em CD ou DVD, do material produzido, viabilizando a circulação efetiva dos bens artísticos produzidos. O recurso de R$ 400 mil beneficiará pelo menos dez projetos de artistas ou grupos do Estado da Bahia para criação de fonogramas (single, EP e/ou álbum) e de vídeos (clip, documentário e/ou registro audiovisual), inéditos, a serem distribuídos pela Internet, através de suporte físico (CD, DVD, SMD) ou outros meios. “O CD, de uma forma geral, é um cartão de visitas. A gente quer que o proponente já mostre como ele está pensando a distribuição do projeto”, explica Gilberto Monte, diretor de Música da FUNCEB. O edital viabiliza a cópia do trabalho em CD, SMD e outros formatos. O registro também pode ser feito em outro tipo de formato, como o vinil.

“O edital permite que o proponente atente qual o melhor mídia para fazer o disco, que crie estratégias digitais, como site, banner, janelinhas promocionais e marketing viral. Música hoje não tem uma estratégia única. O edital chega com esta provocação, para que o artista possa promover a sua música, seja de que gênero e para qual tipo de público for”, raciocina Gilberto. Como mostra da diversidade de perfis artísticos selecionados nas duas edições anteriores do edital, ele cita os contemplados Bule-Bule, OCA – Oficina de Composição Agora, o afro pop do Tiganá, o punk Pastel de Miolos e o rap da Rapaziada Baixa Fria – RBF.

Artes Visuais – O Edital Matilde Matos –Curadoria e Montagem de Exposições, com total de R$ 330 mil de recursos, busca refletir a diversidade de modalidades da produção baiana, abrangendo as linguagens da pintura, gravura, desenho, escultura, fotografia, videoarte e técnicas híbridas. Diretor de Artes Visuais da FUNCEB, Dilson Midlej destaca a possibilidade de inscrições de projetos da área de design:Serão aceitas propostas de designer gráfico, ilustrações, humor gráfico, quadrinhos, designer de produtos, designer de moda e webdesigner”. O objetivo é selecionar dez projetos de curadoria (com apoio de 45 mil para cada) e montagem de exposições (25 mil para cada) de artes visuais, inéditas, individuais ou coletivas.

Dilson chama a atenção para o edital inédito Fotografia Baiana – Publicação de Ensaios Fotográficos, e que é voltado para produção de catálogo. Serão três projetos, com valor de até 60 mil, cada, e os proponentes precisam apresentar exemplos das obras que constarão na publicação. Podem ser inscritos ensaios inéditos, de livre temática e de autoria de fotógrafos residentes na Bahia.

SERVIÇO

Editais da Fundação Cultural do estado da Bahia via Fundo de Cultura.

Inscrições:

De 24/08 a 8/10

Fotografia Baiana – Publicação de Ensaios Fotográficos;

Matilde Matos –Curadoria e Montagem de Exposições;

Yanka Rudzka – Montagem de Dança.

De 24/08 a 9/10

Manoel Lopes Pontes –Montagem de Teatro;

Produção de Conteúdo em Música.

Anúncios

Os comentários estão desativados.