FUNCEB divulga resultado final de Editais de Teatro e Dança

Yanka Rudzka e Manoel Lopes Pontes contemplam projetos de montagem de espetáculos

Nesta quinta-feira, 28 de janeiro, foi divulgada a lista com os contemplados nos editais Yanka Rudzka – Apoio à Montagem de Espetáculos de Dança e Manoel Lopes Pontes – Apoio à Montagem de Espetáculos de Teatro –, promovidos pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SECULT, através da Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB.

Com recursos do Fundo de Cultura da Bahia – FCBA, os editais, que tiveram inscrições encerradas em outubro de 2009, buscam incentivar e ampliar a pesquisa e a produção artística de teatro e de dança no Estado. A seleção é de propostas inéditas de montagem de espetáculos e distribuirá R$ 720 mil para cada uma das áreas. Para tanto, há uma categorização de orçamentos, em quatro níveis: quatro projetos de até R$ 40 mil, três de até R$ 70 mil, dois de até R$ 100 mil e um de até 150 mil. São, portanto, 10 projetos contemplados em dança e outros 10 em teatro, num total geral de R$ 1,440 milhão para os dois editais.

O Yanka Rudzka obteve 38 inscrições e, dentre os 10 selecionados, três são do interior do Estado e se realizarão nos Territórios de Identidade de Vitória da Conquista, Litoral Sul e Sertão do São Francisco. Já o Manoel Lopes Pontes alcançou 76 inscritos, estando os 10 vencedores assim distribuídos: seis da Região Metropolitana de Salvador, dois vindos do Território de Vitória da Conquista, um do Litoral Sul e outro do Portal do Sertão.

Gisele Nussbaumer, Diretora Geral da FUNCEB, analisa a forma como estes editais contribuem para a política de cultura da gestão: “A produção em dança e teatro na Bahia é rica e expressiva. Apoiar a montagem de espetáculos na capital e no interior do Estado é uma iniciativa de reconhecimento e incentivo. Com a realização destes projetos, vemos ser fortalecida uma rede de produtores, artistas, técnicos e público, que poderão concretizar o objetivo final dos editais ao se tornarem multiplicadores de resultados”.

Edital Yanka Rudzka – Apoio à Montagem de Espetáculos de Dança

Criado em 2007 com o objetivo de apoiar a montagem de espetáculos inéditos de dança no Estado da Bahia, o edital traz o nome da coreógrafa polonesa Yanka Rudzka, primeira diretora da Escola de Dança da UFBA.

Na primeira edição, o edital teve um aporte financeiro no valor de R$ 160 mil. Já no ano seguinte, em 2008, aumentou para R$ 440 mil e, nesta edição de 2009, o recurso chegou aos R$ 720 mil, numa soma total de mais de R$ 1,3 milhão em três anos. Este aumento significativo de verba possibilitou também o aumento de projetos contemplados – de quatro em 2007 para os dez de agora, com destaque para o crescimento de 30% no número de selecionados do interior do Estado.

Das montagens beneficiadas por esta iniciativa, vale relembrar O Carvalho, de 2007, espetáculo comemorativo dos 25 anos da Cia. Mantra de Dança, sob direção de Fátima Suarez. Já em 2008, a cidade de Ilhéus foi palco de dois memoráveis espetáculos: Lixo, de Érica Ocké, e Você Vai Chorar a Tua Liberdade, da Associação Instituto de Promoção Humana do Sul da Bahia. Neste mesmo ano, a capital baiana pôde assistir ao mais novo trabalho de Norma Santana, Sorria… Você Está na Bahia, e a Um Alemão Chamado Severino, do Coletivo Quitanda, selecionado para participar da Bienal Internacional de Dança 2009 do SESC em Santos, São Paulo.

Alexandre Molina, Diretor de Dança da FUNCEB, aponta para o saldo positivo da atual edição: “O resultado do edital demonstra uma diversidade na produção em dança na Bahia com propostas que variam tanto em formato como em temática. São solos, duos e grupos com abordagens a partir da cultura popular, da dança moderna e em pesquisa de movimento”.

Confira os vencedores do Edital Yanka Rudzka – Apoio à Montagem de Espetáculos de Dança:

  • Categoria 1: até R$ 40 mil
    • Na capital:
      • As Borboletas, de Paula Alice Baptista Borges;
      • Autólise, de Thiago Enoque Maia de Castro;
      • Desplante, de Isaura Suélen Tupiniquim Cruz.
    • No interior:
      • Ave Poesia, de Adriana Galvão Gomes Ferraz, em Vitória da Conquista.
  • Categoria 2: até R$ 70 mil
    • Na capital:
      • O Corpo Perturbador, de Carlos Eduardo Oliveira do Carmo.
    • No interior:
      • Os Filhos dos Contos, de Verusya Santos Correia, em Itacaré;
      • Aluga-se um Coração, da Trup Errantes Ltda., em Juazeiro.
  • Categoria 3: até R$ 100 mil
    • Na capital:
      • Passo para Ouvir – Montagem Comemorativa dos 30 anos da Cia de Dança Tran Chan, do Instituto de Desenvolvimento Colônia Esperança;
      • Viacor – O Caminho das Cores, do Instituto Roerich da Paz e Cultura do Brasil – Paxcultura.
  • Categoria 4: até R$ 150 mil
    • Na capital:
      • Paradox, de Maria Juliana Damásio Passos.

A comissão de seleção foi formada por Rita Rodrigues, coreógrafa e professora, mestre em Artes Cênicas; Silvia Rita de Cerqueira, coreógrafa e dançarina, especialista em História da Cultura Afrobrasileira; e Isabelle Cordeiro, bacharel em Dança, professora, especialista em Coreografia, mestre em Artes Cênicas.

Edital Manoel Lopes Pontes – Apoio à Montagem de Espetáculos de Teatro

Criado em 2007 com o objetivo de apoiar a montagem de espetáculos inéditos de teatro, de sala ou de rua, de grupos, companhias ou artistas independentes, no Estado da Bahia, o edital traz o nome do ator e diretor Manoel Lopes Pontes, ícone do teatro baiano, que, em 50 anos de carreira, montou mais de 60 espetáculos.

Na edição mais recente, de 2008, o Edital possibilitou, como regem suas normas, a montagem de espetáculos no interior – como Shirê Oba, A Festa do Rei, sobre cultura afro, em Alagoinhas, e o infanto-juvenil Projeto Xinã, com temática relacionada aos preconceitos, em Jequié. Na capital, Miúda e O Guarda-Chuva, também para o público infantil, Doralinas e Marias, Batata! e O Olhar Inventa o Mundo foram alguns dos destaques.

Gordo Neto, Diretor de Teatro da FUNCEB, avalia as conquistas alcançadas nos últimos anos: “A maioria dos destaques do teatro baiano no ano de 2009 contou com alguma forma de apoio da FUNCEB/SECULT, fato visível em listas dos melhores do ano divulgadas pela imprensa. Isto nos traz a confiança de estarmos trilhando um caminho sólido para a qualificação e profissionalização do produtivo teatro do Estado. Os novos contemplados vão, certamente, dar seguimento a este processo”. Ele acrescenta ainda que, na intenção de aperfeiçoar a prática dos editais, a Diretoria de Teatro da FUNCEB irá promover um encontro público entre os proponentes e a comissão de seleção. Na ocasião, será possível discutir ideias, critérios e conceitos, contribuindo para haver concursos e candidatos cada vez mais bem preparados. O encontro deve acontecer ainda antes do carnaval, em local e data a serem confirmados.

Confira os vencedores do Edital Manoel Lopes Pontes – Apoio à Montagem de Espetáculos de Teatro:

  • Categoria 1: até R$ 40 mil
    • Na capital:
      • O Pássaro do Sol, de Olga Gómez;
      • Bacad, de Gustavo Santos Nery.
    • No interior:
      • Antígona, de Frank Souza Magalhães, em Feira de Santana;
      • Co´Antes de Começar, de Jeane Mary Rocha Sandes, em Vitória da Conquista.
  • Categoria 2: até R$ 70 mil
    • Na capital:
      • Luz Negra, de Carlos Alberto Ferreira Alves.
    • No interior:
      • Brasil de Tupã, de Antonio César Sandes Oliveira, em Vitória da Conquista;
      • Nazareno Contra o Dragão da Maldade, de Rogério Feitosa Matos, em Ilhéus.
  • Categoria 3: até R$ 100 mil
    • Na capital:
      • Papagaio, de Bandurra Assessoria e Produção Ltda.;
      • Matilde, La Cambiadora de Cuerpos, de FP Safatle Produções.
  • Categoria 4: até R$ 150 mil
    • Na capital:
      • As Velhas, de Cardim Projetos e Soluções Integradas Ltda.

A comissão de seleção foi formada por Adelice dos Santos Souza, diretora teatral e dramaturga; George Mascarenhas de Oliveira, ator, diretor teatral e doutorando em artes cênicas; e Ângelo Flavio, ator e diretor teatral.

As listas de projetos aprovados e suplentes dos dois editais estão disponíveis para consulta no site da FUNCEB.

Anúncios

Os comentários estão desativados.