FUNCEB divulga resultados de editais para Artes Visuais

Entre os editais está o inédito Fotografia Baiana

A Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB, unidade da Secretaria de Cultura da Bahia – SECULT, anuncia os resultados de dois editais da área de Artes Visuais: Matilde Matos – Apoio à Curadoria e Montagem de Exposições e Fotografia Baiana – Apoio à Publicação de Ensaios Fotográficos. Ambos editais tiveram inscrições realizadas entre agosto e outubro de 2009. O Matilde Matos contou com 40 projetos inscritos, selecionando oito: um de curadoria e sete de montagem de exposição. Já o edital inédito Fotografia Baiana somou 16 inscritos e escolheu três projetos. O apoio financeiro é de R$ 330 mil e de R$ 180 mil, respectivamente, mediante recursos provenientes do Fundo de Cultura da Bahia – FCBA. Os artistas contemplados irão expor seus trabalhos em espaços culturais da capital e do interior do Estado.

Nos últimos três anos, a FUNCEB realizou, na área das Artes Visuais, ações de fomento, pesquisa e difusão, tendo investido na criação de espaços expositivos na capital e no interior e incluído vertentes como curadoria e design. Ampliou-se também, de modo significativo, o número de exposições, cessões de pauta e recursos financeiros disponibilizados, por meio dos editais. “Além de tornar público o trabalho de artistas, contribuindo para a aparição de novos talentos e impulsionando carreiras, os editais movimentam a classe, os produtores e a própria sociedade. Este processo, por fim, atua na profissionalização da arte e faz com que novas demandas sejam geradas”, afirma Gisele Nussbaumer, Diretora Geral da FUNCEB.

Nesta perspectiva, a estreia do Edital Fotografia Baiana se une aos resultados do Edital Matilde Matos, que chega à sua terceira edição com recorde de recursos, ainda mais do que foi oferecido na soma das duas primeiras edições: em 2007 e 2008, premiou 15 artistas nas categorias de Apoio a Montagem de Exposições e Apoio a Curadoria com um total de R$ 310 mil.

“Toda a sociedade lucra com as parcerias entre os agentes e a Secretaria de Cultura da Bahia”, resume Dilson Midlej, Diretor de Artes Visuais da FUNCEB, que chama atenção também para a multiplicidade de estilos e propostas artísticas contempladas: “A diversidade dos projetos selecionados contempla desde o Ocupação Gráfica, de Pedro Marighella, a importantes artistas residentes e atuantes no interior do Estado – caso do escultor Nen, de Valença, com o Relíquias do Terceiro Extrato. Destaca-se, ainda, a homenagem aos 30 anos de atuação do artista e fotógrafo Jamison Pedra, por meio da publicação Tributo ao Cotidiano, proposta por Ana Luisa Dias Lauria”.

No Edital Fotografia Baiana, a comissão de seleção foi composta por Aristides Alves, fotógrafo e jornalista; Iraildes Mascarenhas, fotógrafa; e Cristina Damasceno, jornalista e pesquisadora de fotografia. Já no edital Matilde Matos, a comissão foi formada por Eriel Araújo, artista visual e professor da Escola de Belas Artes – UFBA; Marijara Queiroz, museóloga; e Rosa Gabriella, professora da Escola de Belas Artes – UFBA.

Veja a lista completa de contemplados no site da FUNCEB.

Anúncios

Os comentários estão desativados.