Uso cultural de Espaços Públicos é o tema de Videoconferência

No dia 18 de outubro, das 9h às 12h, público poderá conferir o debate através de transmissão ao vivo pela Rede de Educação do Instituto Anísio Teixeira e também pela internet

Cultura, Cidade e Cidadania: o uso cultural dos Espaços Públicos será o tema do próximo debate da série de Videoconferências que faz parte do Programa de Formação e Qualificação em Cultura, promovido pela Superintendência de Cultura da Secretaria de Cultura do Estado – SecultBA, em parceria com a Secretaria de Educação do Estado – SEC. Nessa edição, que acontece no dia 18 de outubro, das 9h às 12h, participam a professora da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia – UFBa, Ana Fernandes; a professora de música e pesquisadora Lydia Hortelo; a diretora geral da Fundação Cultural do Estado (SecultBA), Gisele Nussbaumer; Edileuza Silva Rocha da Rede de Culturas Populares do Território de Irecê e Basilide Neves da Rocha, do Quintal das Crianças.

As videoconferências têm como objetivo estimular e capacitar gestores e agentes culturais para  a implantação dos Sistemas Municipais de Cultura. O público poderá assistir a videoconferência e enviar perguntas via internet, acessando o endereço eletrônico http://ead.sec.ba.gov.br/media. A transmissão também acontece pela Rede de Educação do Instituto Anísio Teixeira – IAT nas 33 salas das Delegacias Regionais de Ensino – DIREC’S (clique aqui e veja os locais). A parceria com a SEC se dá através do programa Rede Educação, que democratiza ações educacionais com soluções tecnológicas que promovem a Educação à Distância.

A diretora da Funceb, Gisele Nussbaumer, responsável pela administração de 24 espaços culturais em todo Estado, explica como os espaços foram entregues a sociedade. “Nos últimos quatro anos, os espaços culturais administrados pela Fundação Cultural foram foco de um investimento considerável tanto na forma de gestão quanto na manutenção e requalificação, de modo a garantir qualidade física e técnica para abrigar a produção local e de fora do estado. Foi assim que o Cine-Teatro Solar Boa Vista foi devolvido a Salvador totalmente recuperado, além dos centros de Plataforma e dos municípios de Santo Amaro, Itabuna, Valença e Alagoinhas. Com reformas em andamento, o Espaço Xisto Bahia e o Espaço Cultural Alagados, na capital, e os centros de Lauro de Freitas e Feira de Santana deverão ser entregues renovados ainda este ano”.

Espaços Públicos – A Secretaria de Cultura do Estado, através da Fundação Cultural, é responsável pela administração de 24 espaços culturais, localizados em Salvador e Região Metropolitana (Lauro de Freitas) e mais 11 municípios do interior da Bahia: Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Estes espaços oferecem programação cultural e artístico-educativa nas mais diversas linguagens – teatro, música, dança, audiovisual, artes visuais, literatura –, ampliando o acesso da população baiana à produção contemporânea e ao rico patrimônio cultural do estado.

Dentre os projetos promovidos, destacam-se o Circuito Popular de Cinema e Vídeo, que mantém mostras audiovisuais temáticas gratuitamente em todos os centros, o Ponto de Cultura do Solar Boa Vista, além de ações permanentes como os Saraus de Itapuã na Casa da Música, o Festival de Arte e Cultura da Casa de Cultura de Mutuípe e o Conversas sobre Cultura no Espaço Xisto Bahia. Com melhorias nas estruturas físicas e técnica dos espaços, redefinição dos critérios de pautas, maior envolvimento com a classe artística e comunidade, criação de novos canais de comunicação, entre outros fatores, houve um aumento do número de atividades realizadas nos últimos anos. Entre janeiro de 2007 e julho de 2010, os espaços culturais da FUNCEB receberam cerca de 5 mil eventos, em mais de 18 mil sessões, atraindo mais de 1 milhão de pessoas.

Os temas escolhidos para as Videoconferências foram definidos a partir de 32 propostas levantadas na II Conferência Nacional de Cultura e a III Conferência Estadual de Cultura. Considerando a diversidade dessas propostas e a sua importância para a atuação de gestores culturais, a SecultBA definiu como tema das videoconferências de 2010 a discussão dessas proposições. Para promover uma maior interação com o público e fazer a seleção dos temas de maior interesse, todas as propostas nacional e estadual foram disponibilizadas na íntegra no site da própria secretaria no período entre 18 de maio e 06 de junho. Ao todo, foram 97 votações, que resultaram nos temas das videoconferências.

Clique aqui para ler o texto “Criança, Natureza, Cultura Infantil” de Lydia Hortélio.

Serviço
O Quê: Videoconferência – Cultura, Cidade e Cidadania: o uso cultural dos Espaços Públicos – 9h às 12h
Onde: http://ead.sec.ba.gov.br/media e nas 33 salas das Delegacias Regionais de Ensino – DIREC’S (clique aqui e veja os locais)
Gratuito

Anúncios

Os comentários estão desativados.