Marco do Teatro e do Circo na Bahia

Atividades comemoram o 27 de março, Dia Mundial do Teatro e o Dia Nacional do Circo

No mês em que se celebra o Dia Mundial do Teatro e o Dia Nacional do Circo, ambos datados em 27 de março, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), apoia projetos e promove em seus espaços atividades comemorativas. Esta programação especial, já tradicionalmente chamada de Marco do Teatro e do Circo, objetiva consolidar ações que se estendem durante todo o ano, no propósito de fortalecer e reconhecer as artes cênicas e circenses na Bahia.

Os espaços culturais administrados pela FUNCEB na capital e no interior do estado ofereceram, este mês, pauta gratuita para atividades relacionadas ao teatro e ao circo. Através do programa Cessão de Pauta Gratuita, que visa a ampliar o acesso dos artistas e produtores aos centros geridos pelo Estado e dinamizar sua programação, diversos espetáculos, encontros, eventos e oficinas têm sido apresentados ao público. Em Salvador, para os próximos dias, há opções disponíveis no Espaço Xisto Bahia e no Centro Cultural Plataforma; também há programação no Cine-Teatro Lauro de Freitas, no Centro de Cultura Olívia Barradas (Valença), no Centro de Cultura de Porto Seguro, no Centro de Cultura João Gilberto (Juazeiro) e no Centro de Cultura Adonias Filho (Itabuna) [ver serviço ao final].

Além disso, a FUNCEB está apoiando cinco projetos que festejam a data, todos eles abertos ao público, gratuitamente. O “V Circuito de Arte e Cultura do Vale do Capão”, que acontece no Capão, de 23 a 27 de março, promove oficinas de teatro, dança e circo, apresentações, performances, shows, debates, exibição de vídeos, além de reunir alguns Pontos de Cultura do Nordeste (Chapada Diamantina e Pernambuco) em intercâmbio cultural. O “27 de Março – Dia Mundial do Teatro” ocupa o Centro Cultural Plataforma, escolas públicas e praças de Alagados e Subúrbio Ferroviário de Salvador, entre 25 e 27 de março, com apresentações de teatro, música e dança de rua. O “XIX Cortejo Performático” tem caráter de manifestação popular, reunindo artistas da capital e do interior que seguirão em cortejo da Praça Castro Alves até o Centro Histórico de Salvador, no dia 25 de março, a partir das 14 horas, entregando documentos às entidades culturais, realizando performances e apresentações teatrais. Ainda dentro do “XIX Cortejo Performático”, haverá um debate com grupos de Teatro de Rua (26 de março, 14 horas) e uma Roda de Teatro de Rua, na Praça Municipal (27 de março, a partir das 14 horas).

Já o “Dia do Circo em Grande Estilo 2011” traz performances circenses dos grupos Trupeniquim, Cia. Fulanas de Circo, Malabares Mágicos e Nariz de Cogumelo, com números de solo e aéreo, no dia 27 de março, a partir das 10 horas, no Parque de Pituaçu. Por fim, o “Domingo no Circo”, que se realiza no mesmo dia, das 15 às 18 horas, no Circo Maravilha, bairro de São Gonçalo, apresenta números de trapézio, acrobacias, contorção, perna de pau, palhaços, mágicos, dentre outros.

TCA é palco principal das celebrações – O Teatro Castro Alves (TCA), maior complexo cultural do estado, concentra uma série de espetáculos do teatro baiano: Pólvora e Poesia, O Indignado, As Velhas, O Pedido de Casamento, 1,99 e Namíbia, Não!, além de duas edições do projeto Conversas Plugadas, com os diretores Fernando Guerreiro e Luiz Marfuz.

Pólvora e Poesia, peça dirigida por Fernando Guerreiro, abre a programação da Sala Principal, com apresentação única em 25 de março (sexta-feira), às 20 horas. Apoiado por demanda espontânea pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA), o espetáculo foi o campeão em indicações do Prêmio Braskem de Teatro 2010, entrando na disputa por cinco troféus: além de “Espetáculo Adulto”, concorre em “Ator”, pela atuação de Caio Rodrigo; “Revelação”, pelo trabalho de Talis Castro, o outro integrante da dupla de elenco; “Categoria Especial”, pela cenografia de Rodrigo Frota; e “Direção”, para Fernando Guerreiro. A peça, com premiado texto de Alcides Nogueira, trata do encontro de dois grandes escritores no final do século XIX – Arthur Rimbaud e Paul Verlaine –, trazendo à tona questionamentos de valores, conceitos e ideologias. O valor do ingresso é de R$ 20 (inteira).

Já no dia 26 (sábado), também às 20 horas, a Sala Principal do TCA recebe outra bem-sucedida montagem do mesmo diretor: O Indignado, monólogo encenado por Frank Menezes, há mais de três anos fazendo sucesso nos palcos baianos. A stand up comedy lança provocações contra a falta de vergonha e de educação de algumas rodas sociais, políticas e econômicas, sempre tratando de assuntos emergentes na sociedade. O ingresso custa R$ 20 (inteira).

No domingo, 27 de março, data exata das celebrações, às 10 horas da manhã, o projeto Domingo no TCA, que ocupa a Sala Principal do TCA com ingresso a R$ 1,00, apresenta As Velhas, com abertura do Teatro Nu na encenação O Pedido de Casamento. Sob direção de Luiz Marfuz e assinado pela dramaturga potiguar Lourdes Ramalho, As Velhas conta a história de duas mulheres que lutam pela posse de terras, maridos e filhos, numa espiral de vingança e solidariedade, que termina por revelar a beleza trágica do sertão. O espetáculo foi selecionado pela edição 2009 do edital Manoel Lopes Pontes – Apoio à Montagem de Espetáculo de Teatro, da FUNCEB, e recebeu quatro indicações ao Prêmio Braskem 2010: “Espetáculo Adulto”, “Direção”, para Luiz Marfuz, além de presença dupla na categoria “Atriz”, com Andrea Elia e Claudia di Moura. Antes de As Velhas, o Teatro Nu amplia sua ação realizando o Teatro Nu Teatro, num espetáculo de 30 minutos apresentado como um curta-metragem. No elenco, Marcelo Praddo, Carlos Betão e Fafá Menezes, com direção de Gil Vicente Tavares.

No mesmo dia, às 20 horas, é a vez da peça 1,99. O ator Ricardo Castro, que executa todas as funções neste trabalho – incluindo as atividades de autor, diretor, iluminador, figurinista e sonoplasta –, comemora 11 anos à frente da montagem e mantém o roteiro repleto de bom humor sobre assuntos do cotidiano como amor, sexo, amizade, política, justiça, família, dinheiro e poder. O espetáculo foi aplaudido por mais de 600 mil espectadores em todo país e, a cada nova temporada, se atualiza com as últimas notícias nacionais e internacionais. O valor do ingresso é de R$ 20 (inteira).

Sala do Coro é palco da estreia de Lázaro Ramos como diretor – A partir de 18 de março, de sexta a domingo, às 20 horas, a Sala do Coro do TCA é palco para o espetáculo Namíbia, Não!, primeira montagem do texto do ator Aldri Anunciação (que está no elenco ao lado do gaúcho Flávio Bauraqui) e primeira experiência de Lázaro Ramos enquanto diretor de um espetáculo teatral adulto. A peça retrata o confinamento de dois primos em um apartamento após o governo brasileiro ter decretado que todas as pessoas de “melanina acentuada” sejam deportadas à África. A situação hipotética é futurista – a ação se passa em 2016 – e discute com muito humor as questões relacionadas à segregação racial, políticas afirmativas e maneiras como são propostas as leis no Brasil, ressaltando o viés emocional dos envolvidos no assunto. A montagem permanece em cartaz até 1º de maio, com ingressos a R$ 20 (inteira).

A Sala do Coro também sedia este mês duas edições do projeto Conversas Plugadas, destacando o teatro baiano através do bate-papo com dois dos mais produtivos e bem-sucedidos diretores teatrais contemporâneos na Bahia: Fernando Guerreiro (21 de março, segunda-feira) e Luiz Marfuz (28 de março, segunda-feira). Os encontros acontecem às 19 horas. A entrada é gratuita, mas requer inscrição prévia.

Programação Espaços Culturais FUNCEB
Espaço Xisto Bahia
O quê: Se Acaso Você Chegasse
Quando: 25 a 27 de março, 20 horas
Quanto: R$ 20 e 10
Inspirado na vida de Elza Soares: filha de um operário e uma lavadeira, mas que poderia ter sido de Louis Armstrong, devido ao timbre rasgado (e incomum) que ambos têm em comum.

O quê: Troca-Troca (conversa sobre dramaturgia de comunidade)
Quando: 26 de março, 15 horas
Quanto: Grátis
O quê: Larissa e Seus Amigos Mágicos (espetáculo teatral)
Quando: 27 de março, 16 horas
Quanto: R$ 16 e 8
Comemorando três anos de sucesso, a trama conta a história de Larissa, que brincava com seus brinquedos e outras crianças até ser hipnotizada pela Dona TV. Agora seus amigos mágicos terão um grande desafio: resgatar sua atenção e trazê-la de volta ao mundo da fantasia.

O quê: É Tudo Nosso?
Quando: 30 e 31 de março, 20 horas
Quanto: R$ 8 e 4

Centro Cultural Plataforma
O quê: Histórias do Arco da Velha (espetáculo teatral)
Quando: 23 e 30 de março, 15 horas
Quanto: R$ 8 e 4
Adaptação do premiado espetáculo ‘Quem Conta Faz de Conta’, que por meio de muita música e alegria reforça a importância da tradição oral e das histórias da cultura popular. O trabalho fala de dois personagens que fazem verso e reverso para contar velhas histórias que eles foram ouvindo e guardando na memória, enquanto caminhavam pelo sertão e à beira-mar.

O quê: Festival de Cultura e Arte dos Alagados
Quem: Grupo de Dança de Rua Os Trovões Teatrais (26/3); Grupo Quarteto Teatral – Peça Preconceito Não (27/3)
Quando: 26 de março, 20 horas; 27 de março, 17 horas
Quanto: R$ 2 e 1
Festival objetiva promover o estímulo à cultura local, tendo como meta a difusão de informações relativas ao universo da Dança de Rua e do Teatro.

Cine-Teatro Lauro de Freitas
O quê: Oficina Arte do Improviso (destinada a jovens a partir dos 14 anos)
Quem: Conduzida pelo ator e diretor teatral Roberto Sheyps
Quando: 15, 16, 21, 22, 23, 28, 29, 30 e 31 de março, 15 às 17 horas
Quanto: Grátis

O quê: Cinco Contra Um (espetáculo no estilo stand-up comedy)
Quando: 23 de março, 19h30
Quanto: Grátis
Classificação: 14 anos

O quê: O Menino e a Estrela (espetáculo conta a estória de um garoto que pretende ser um grande cantor)
Quando: 25 de março, 10 e 15 horas
Quanto: Grátis
Classificação: Livre

O quê: Quatro Faces, Vários Atos e Muitos Versos (recital poético-performático)
Quando: 26 de março, 20 horas
Quanto: Grátis
Classificação: 12 anos

O quê: A Mulher Emprestada (Teatro de Rua)
Quando: 27 de março, 20 horas
Quanto: Grátis
Classificação: Livre

O quê: Mostra de Teatro – resultado da oficina Arte do Improviso
Quando: 31 de março, 19h30
Quanto: Grátis
Classificação: 14 anos

Centro de Cultura Olívia Barradas – Valença
O quê: Oficina de Teatro
Quando: 22 a 24 de março, 16 às 19 horas
Quanto: Grátis (40 vagas)

O quê: As Garotas do Programa (espetáculo teatral)
Quando: 25 e 26 de março, 20 horas
Quanto: R$ 10 e 5
Duas apresentadoras de um programa de rádio interagem com as ouvintes.

O quê: Oficina de Clown
Quando: 27 de março, 9 às 12 e 14 às 17 horas
Quanto: Grátis (20 vagas)

O quê: Ocupação Cultural: Sarau com tema “Teatro” e homenagem in memorian ao ator Vanilton Costa
Quando: 27 de março, 18 horas
Quanto: Grátis

Centro de Cultura de Porto Seguro
O quê: Oficina de Teatro
Quando: 2 a 30 de março, às segundas, quartas e sextas, 19 às 21 horas
Quanto: Grátis

O quê: As Bondosas
Quando: 26 e 27 de março, 20h30
Quanto: R$ 10 e 5

Centro de Cultura João Gilberto – Juazeiro
O quê: Cuecas.com
Quando: 26 e 27 de março, 20 horas
Quanto: R$ 20 e 10

Centro de Cultura Adonias Filho – Itabuna
O quê: O Nome da Morte
Quando: 25 a 27 de março, 20 horas
Quanto: R$ 10 e 5

O quê: Chapeuzinho Vermelho
Quando: 26 e 27 de março, 17 horas
Quanto: R$ 10 e 5

Projetos apoiados
O quê: V Circuito de Arte e Cultura do Vale do Capão
Quando: 23 a 27 de março, horários variados
Onde: Associação Safar Miramas de Artes no Circo – Circo do Capão
Quanto: Grátis

O quê: 27 de Março – Dia Mundial do Teatro
Quando: 25 a 27 de março, horários variados
Onde: Centro Cultural Plataforma, Escolas Públicas e Praças de Alagados e Subúrbio Ferroviário de Salvador
Quanto: Grátis

O quê: XIX Cortejo Performático
(Entrega de documentos, 25/03; debate com os grupos de Teatro de Rua, 26/3; Roda de Teatro de Rua – Praça Municipal, 27/3)
Quando: 25 a 27 de março, 14 às 19 horas
Onde: Trajeto: Praça Castro Alves/Rua Chile/Praça Municipal
Quanto: Grátis

O quê: Dia do Circo em Grande Estilo 2011
Quando: 27 de março, 10 horas
Onde: Parque de Pituaçu – Salvador
Quanto: Grátis

O quê: Domingo no Circo
Quando: 27 de março, 15 às 18 horas
Onde: Circo Maravilha – São Gonçalo – Salvador
Quanto: Grátis

Programação especial do TCA
Sala Principal:
25/3 (sexta-feira), às 20 horas: Pólvora e Poesia. R$ 20.
26/3 (sábado), às 20 horas: O Indignado. R$ 20.
27/3 (domingo), às 10 horas: Domingo no TCA com As Velhas. Abertura do Teatro Nu TCA: O Pedido de Casamento. R$ 1.
27/3 (domingo), às 20 horas: 1,99. R$ 20.
Sala do Coro:
18/3 a 1º/5, sexta a domingo, às 20 horas: Namíbia, Não!. R$ 20.
21/3 (segunda-feira), às 19 horas: Conversas Plugadas com Fernando Guerreiro. Grátis (necessária inscrição prévia).
28/3 (segunda-feira), às 19 horas: Conversas Plugadas com Luiz Marfuz. Grátis (necessária inscrição prévia).

Anúncios

Os comentários estão desativados.