FUNCEB lança Programa de Incentivo à Crítica de Artes

Através de edital e seminário, iniciativa busca fomentar e renovar a produção de crítica cultural na Bahia

Com intenção de contribuir para o desenvolvimento das artes produzidas na Bahia e da percepção analítica dos cidadãos do estado, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), lança oPrograma de Incentivo à Crítica de Artes (www.fundacaocultural.ba.gov.br/criticadeartes). A iniciativa, inserida na política de formação e qualificação de criadores, técnicos, produtores e pesquisadores da área, apresenta duas ações iniciais: o Concurso Estadual de Estímulo à Crítica de Artes e o I Seminário Baiano de Crítica de Artes.

O Programa se justifica pela importância da crítica cultural para o fortalecimento da produção artística, o reconhecimento e a qualificação de profissionais da área e o progresso do posicionamento do público perante aquilo que as artes lhe proporcionam. Enquanto ferramenta que identifica os nexos entre a obra e as condições artísticas e sociais inerentes à mesma, a crítica e o seu autor têm papel reflexivo na intermediação entre a obra e aqueles que a apreciam. Assim, possibilitam um debate capaz de colaborar para a consolidação de um ambiente social propício ao acolhimento devido do setor da Cultura.

Tendo como público-alvo jornalistas, escritores, blogueiros, pesquisadores e profissionais da cultura, o Programa de Incentivo à Crítica de Artes se empenha em gerar, no estado da Bahia, as condições adequadas à empregabilidade destas pessoas e à renovação da criticidade. Para tanto, investe na formação, produção, criação, circulação e difusão do exercício da análise crítica para as mais variadas expressões artísticas e culturais na Bahia.

Concurso Estadual de Estímulo à Crítica de Artes – Com inscrições abertas de 22 de agosto a 16 de dezembro de 2011, o edital Concurso Estadual de Estímulo à Crítica de Artes vai premiar autores da Bahia de críticas culturais referentes a sete linguagens artísticas: Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música e Teatro. Em cada uma destas categorias, haverá três premiados: 1º lugar (R$ 3,2 mil), 2º lugar (R$ 2,3 mil) e 3º lugar (R$ 1,4 mil), totalizando um investimento total em premiações de R$ 48,3 mil.

Os proponentes devem apresentar duas críticas inéditas: uma sobre um produto cultural baiano e outra de livre escolha. Para participar, é preciso ser maior de idade, brasileiro nato ou naturalizado, domiciliado na Bahia, ou estrangeiro com situação de permanência legalizada e residência no estado. O texto de edital, bem como seus anexos e uma lista de obras, por linguagem, que pode ser usada como referência para a produção das críticas, está disponível no site da FUNCEB (www.funceb.ba.gov.br).

I Seminário Baiano de Crítica de Artes – Para promover a formação na área, incentivar o posicionamento crítico de pensadores da cultura e estimular a participação da população no edital, o I Seminário Baiano de Crítica de Artes reúne profissionais de grande experiência na área de crítica cultural e crítica específica nas linguagens artísticas. O evento se realiza de 19 a 23 de setembro, na Sala Walter da Silveira (Barris), aberto ao público, com entrada franca (até lotação da sala, 200 lugares).

A programação se inicia com a palestra “Perspectiva teórica e histórica da crítica cultural no Brasil”, ministrada por Antônio Marcos Pereira (19/9, segunda, 18h30 às 21h30). No dia seguinte (20/9, terça, 18h30 às 21h30), José Miguel Wisnik fala do “Panorama atual da crítica no Brasil e os seus desafios”. Na tarde de quarta-feira (21/9, 14h00 às 18h00), começam as falas específicas de linguagens: “A crítica teatral na Bahia”, com Gideon Rosa; “A crítica musical na Bahia”, com Chico Castro Jr; e “A crítica literária na Bahia”, com Milena Britto. Na quinta-feira (22/9, 18h30 às 21h30), o foco em linguagens continua com “A crítica cinematográfica na Bahia”, com Adalberto Meireles; “A crítica em artes visuais na Bahia”, com Alejandra Muñoz; e “A crítica em dança na Bahia”, com Eduardo A. Rosa Santana. Encerrando as atividades, na sexta-feira, 23/9, das 18h30 às 21h30, Ruy Gardnier conduz as “Oficinas práticas de crítica cultural”.

SERVIÇO
Concurso Estadual de Estímulo à Crítica de Artes
Período de inscrições: 22 de agosto a 16 de dezembro de 2011
Inscrições presenciais:
Na FUNCEB (Rua Gregório de Mattos, 29, Pelourinho, Salvador/BA)
De segunda a sexta-feira, das 14 às 18 horas
Inscrições via postal:
Unicamente através do serviço Sedex com Aviso de Recebimento/AR, encaminhadas para:
FUNDAÇÃO CULTURAL DO ESTADO DA BAHIA – CAIXA POSTAL 2485, CEP 40.020-970, Salvador – Bahia.
Realização: FUNCEB/ SecultBA

I Seminário Baiano de Crítica de Artes
Quando: 19 a 23 de setembro de 2011
Onde: Sala Walter da Silveira (Barris – Salvador)
Quanto: Entrada franca (até lotação da sala – 200 lugares)
Programação:
19/9 (segunda) – 18h30 às 21h30
= Perspectiva teórica e histórica da crítica cultural no Brasil, com Antônio Marcos Pereira
20/9 (terça) – 18h30 às 21h30
= Panorama atual da crítica no Brasil e os seus desafios, com José Miguel Wisnik
21/9 (quarta) – 14h00 às 18h00
= A crítica teatral na Bahia, com Gideon Rosa
= A crítica musical na Bahia, com Chico Castro Jr
= A crítica literária na Bahia, com Milena Britto
22/9 (quinta) – 18h30 às 21h30
= A crítica cinematográfica na Bahia, com Adalberto Meireles
= A crítica em artes visuais na Bahia, com Alejandra Muñoz
= A crítica em dança na Bahia, com Eduardo A. Rosa Santana
23/9 (sexta) – 18h30 às 21h30
= Oficinas práticas de crítica cultural, com Ruy Gardnier
Realização: FUNCEB/SecultBA
Apoio: IRDEB/ Unijorge

Site: www.fundacaocultural.ba.gov.br/criticadeartes
E-mail: critica.cultural@funceb.ba.gov.br
Telefone: 71 3116-6836

Anúncios

Os comentários estão desativados.