Parceria entre FUNCEB e ONGs promove oficinas de artes circenses

Crianças e adolescentes dos bairros de São Gonçalo e Saramandaia estão tendo aulas de iniciação e capacitação

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), firmou parceria com duas Organizações Não-Governamentais para oferecer atividades de formação em artes circenses para crianças e adolescentes de Salvador. A Associação Cultural e Beneficente Circo Maravilha (ACBCM), do bairro de São Gonçalo, e o Grupo Cultural Arte Consciente (GCAC), de Saramandaia, estão realizando Oficinas de Iniciação e Capacitação em Artes Circenses, destinadas a um total de 180 alunos de escolas públicas destas comunidades. As aulas tiveram início em outubro e seguem até 16 de dezembro, abrangendo técnicas de tecido, trapézio, acrobacia e malabares.

Considerada um projeto piloto, a iniciativa é um resultado do Mapeamento e Memória do Circo na Bahia, feito pelo Núcleo de Artes Circenses da FUNCEB desde 2007, que já registrou mais de 50 companhias, dentre circos, trupes, ONGs e escolas de circo em todo o estado. Durante o Mapeamento e, principalmente, em conferências e encontros com a sociedade civil, uma demanda apresentada por artistas e comunidades é a de apoio para formação inicial, capacitação e renovação das técnicas circenses.

“O Circo Maravilha e o Grupo Cultural Arte Consciente já faziam trabalhos voluntários, mas faltavam-lhe recursos – daí a importância desta parceria entre eles e a FUNCEB. Assim, está possibilitada a expansão das oficinas para um maior número de alunos, que, para participarem, devem cumprir requisitos básicos como frequência e bom rendimento escolares”, explica a coordenadora do Núcleo de Artes Circenses da FUNCEB, Alda Souza.

O envolvimento de crianças e adolescentes de comunidades carentes em atividades de formação artística é, sabidamente, uma importante ferramenta de inclusão sociocultural. Incentivar o trabalho de instituições que conduzem este tipo de ação é uma forma eficiente de manter tais atividades com regularidade e qualidade, beneficiando uma rede colaborativa entre Estado e sociedade civil.

A Associação Cultural e Beneficente Circo Maravilha (ACBCM) está atendendo 120 crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos, com aulas às segundas, quartas e sextas-feiras. Já o Grupo Cultural Arte Consciente (GCAC) oferece aulas às terças, quintas e sábados, para 60 jovens dentre 10 e 17 anos.

Após encerramento e avaliação desta primeira etapa, a FUNCEB, através de seu Centro de Formação em Artes (CFA), pretende, em 2012, estender o projeto para o interior da Bahia. ONGs de municípios do estado terão apoio pedagógico, recursos financeiros para despesas com estruturas físicas, professores e material para execução de mais oficinas.

MAIS INFORMAÇÕES:
Núcleo de Artes Circenses da FUNCEB
71 3116-6848 (Alda Souza) – circo@funceb.ba.gov.br
Associação Cultural e Beneficente Circo Maravilha (ACBCM) – São Gonçalo
71 3385-4485 (Priscila)
Grupo Cultural Arte Consciente (GCAC) – Saramandaia
71 3491-2124 (Alex ou Antonio Marcos)

Anúncios

Os comentários estão desativados.