Encerramento do Quarta que Dança 2011 acontece na Sala do Coro do TCA

Os espetáculos Aluga-se um Coração e Sem Título são encenados na despedida desta edição

Após exatos três meses em cartaz em todas as quartas-feiras, tendo início em 14 de setembro passado, contabilizando 45 apresentações de 15 trabalhos de dança, o Quarta que Dança 2011 se encerra na próxima quarta-feira, 14 de dezembro. Na despedida desta 13ª edição do projeto, a Sala do Coro do TCA é palco para a encenação de dois espetáculos em sequência: Aluga-se um Coração, da Qualquer Um dos 2 Companhia de Dança, oriunda de Juazeiro, e Sem Título, de Ana Lúcia Oliveira e Fernando Lopes, de Salvador. A sessão começa às 20 horas e o ingresso custa R$ 2 (inteira).

Neste período de atividade, o Quarta que Dança ocupou espaços diversos da capital (Centro Cultural Plataforma, Cine-Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Sala do Coro do TCA, ruas, praças e praias da cidade), de Juazeiro (Centro de Cultura João Gilberto) e Paulo Afonso (Centro Cultural Lindinalva Cabral). Os trabalhos que compuseram a programação se dividem em quatro categorias – Espetáculos, Intervenções Urbanas, Trabalhos em Processo de Criação e Dança de Rua – e foram selecionados através do edital Quarta que Dança 2011, da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), que é também promotora da programação. Neste ano, o certame contabilizou 99 propostas inscritas – um recorde em sua história.

O Quarta que Dança visa à difusão da dança em suas diversas vertentes e ao estímulo à pesquisa e à produção coreográficas na Bahia. Surgido em 1998, o projeto, ao longo destes anos, proporcionou a montagem de mais de 150 apresentações de variados grupos e propostas artísticas. Em 2007, as inscrições passaram a ser feitas exclusivamente via edital, em duas categorias – além dos tradicionais Espetáculos de Dança, deu-se espaço para os Trabalhos em Processo de Criação, com objetivo de estimular o debate em torno dos processos construtivos. No ano seguinte, 2008, as outras duas categorias foram criadas: Intervenção Urbana e Dança de Rua, ampliando as possibilidades estéticas abrigadas e levando o Quarta que Dança também para as ruas da cidade.

Neste ano de 2011, a grande novidade foi o fato de que cada proposta selecionada realizou três apresentações, em locais diferentes. Antes, era uma única apresentação na Sala do Coro do TCA ou no Espaço Xisto Bahia, quando do início do projeto. Com a mudança, o Quarta que Dança diversificou seus circuitos de atuação, ampliando o alcance e a acessibilidade de públicos distintos. Também com isso, o cachê ofertado aos contemplados cresceu, fazendo o total de recursos financeiros disponibilizado aumentar – foram R$ 100 mil assim distribuídos: sete Espetáculos (cada um recebendo cachê total de R$ 8 mil); duas Intervenções Urbanas e dois trabalhos de Dança de Rua (cada um com cachê total de R$ 6 mil); e quatro Trabalhos em Processo de Criação (cada um com cachê total de R$ 5 mil). Na edição 2009/2010, o montante concedido foi de R$ 87 mil; em 2008, foi de R$ 76 mil.

Outra novidade foi a inclusão de um profissional para acompanhamento dos Trabalhos em Processo de Criação. Cada proponente selecionado nesta categoria indicou um nome para acompanhamento de seu processo de pesquisa, que também participou das suas apresentações públicas, garantindo uma maior qualificação no desenvolvimento das propostas e ampliando as possibilidades de troca geradas pelo Quarta que Dança.

Aluga-se um Coração, espetáculo da Qualquer Um dos 2 Companhia de Dança
Sinopse: Aluga-se um Coração investiga de que forma as relações afetivas se encontram no nosso “moderno mundo líquido” e quais impactos na vida dos indivíduos este estado de “liquidez” pode causar. Explorando as sensações de fluidez e vazio, propõe uma reflexão sobre a temporareidade das relações e o consumo a que estão sujeitas as relações humanas no mundo contemporâneo. A Qualquer Um dos 2 Companhia de Dança é de Juazeiro/BA. O espetáculo tem coreografia e direção de Jailson Lima, com assistência de André Vitor Brandão. No elenco, os intérpretes criadores são Alan Gêrald, Alexandre Santos, André Vitor Brandão, Cleybson Lima, Cristiano Santana e Wendell Brito.

Sem Título, espetáculo de Ana Lúcia Oliveira e Fernando Lopes
Sinopse: Que danças surgem de nossas histórias? Que títulos damos à nossa vida? A partir do desejo de retomar seus caminhos em dança, Ana Lúcia Oliveira, sob direção de Fernando Lopes, utiliza de sua vida enquanto universo poético para criação de Sem Título, um trabalho em que suas lembranças e memórias, medos e desejos servem de motivadores para danças efêmeras, pequenas improvisações que existem pelo momento que têm que existir, deixando apenas rastros de sua existência.

SERVIÇO
Encerramento Quarta que Dança 2011
Espetáculos: Aluga-se um Coração e Sem Título
Quando: 14 de dezembro de 2011 (quarta-feira), às 20 horas
Onde: Sala do Coro do TCA (Campo Grande)
Quanto: R$ 2 (inteira)
Mais informações: www.fundacaocultural.ba.gov.br/quartaquedanca2011

Anúncios

Os comentários estão desativados.