Último dia da Temporada Verão Cênico 2011/2012

Na quarta-feira, 29/2, projeto promove teatro em palcos e ruas da capital e do interior da Bahia, incluindo o amostrão “Teatro de Rua para a Cidadania”

Quinze peças de teatro em Salvador e cidades do interior baiano, além de um amostrão de teatro de rua com 10 trabalhos de grupos baianos, estão na programação do último dia da Temporada Verão Cênico 2011/2012, que se encerra nesta quarta-feira, 29 de fevereiro. O projeto, realizado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), através da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) e Centro de Cultura Populares e Identitárias (CCPI), promoveu, desde dezembro passado, um total de 180 apresentações de espetáculos de palco, de rua e de teatro amador, na capital e outros cinco municípios da Bahia, com o objetivo de estimular a difusão, a diversidade, a acessibilidade e a atuação em rede do teatro baiano, em seus diversos formatos.

No dia de encerramento, em Salvador, cinco teatros têm espetáculos em seus palcos, sempre às 20 horas, com ingresso ao valor de R$ 1, ainda com cenas de teatro amador montadas nos foyers dos locais, em apresentações gratuitas iniciadas às 19h30. No Espaço Xisto Bahia, “Quadro de Opostos”, do grupo de teatro amador Mudando a Cena, faz uma reflexão sobre os conflitos entre homem e mulher, tratando de temas como machismo, ciúmes e traição; em seguida, a comédia afrobaiana “As Feministas de Muzenza”, da Cia. Gente de Teatro da Bahia com direção de Luis Bandeira, faz uma crítica humorada ao sistema de exclusão social. Na Sala do Coro do TCA, o aquecimento fica com o teatro amador do grupo Bóssambá, com “Bah-rio”, que explora o universo do samba de roda; depois, o palco é ocupado por “O Poetinha no Circo”, de Audrey de Brito Consiglio, espetáculo inspirado na obra de Vinicius de Moraes, que mistura elementos de teatro, cinema, música e circo.

No Teatro Gamboa Nova, “Romeu & Romeu”, de Los Vira-latas, discute sexualidade com poesia e pitadas de crítica à sociedade moderna; na sala principal, “Matilde: La Cambiadora de Cuerpos”, espetáculo da Cia. A4 com direção de Hebe Alves, apresenta a criminosa Matilde, com seu estranho poder de trocar de corpo com as pessoas através do beijo. Já o Teatro Módulo recebe “Ô Inhô”, da Harambê Nóis é Nóis de Teatro, baseado em histórias verídicas do universo feminino; o palco fica para o infantil “Remendo, Remendó”, de A Outra Companhia de Teatro, dirigido por Luiz Antônio Jr., com a trama de um festival de contadores de histórias numa pequena cidade do interior. Por fim, o Theatro XVIII traz a Cia. Arapan em “Baden-Baden”, que aborda questões de poder e interesses; em seguida, vem O Bando de Artes Cínicas com “Os Mentirosos”, sob direção de Mamo Castro, em que os personagens comentem erros tragicômicos, afirmando que a verdade é justamente o fato de que todo mundo mente.

Também em Salvador, em plena Praça do Campo Grande, às 18 horas, numa encenação gratuita, a Cia. Aristocratas apresenta “Enfim Só…!”, peça de teatro amador que trata dos encontros e desencontros do amor através da história de separação de um casal. Para completar, tem o amostrão “Teatro de Rua para a Cidadania”, na Praça Municipal, às 17 horas, grátis, reunindo os 10 trabalhos de teatro de rua que compuseram a “Mostra Faça a Sua Cena” dentro da Temporada Verão Cênico 2011/2012: “A Mesa” (Cia. Intiquentos de Teatro e Circo), “A Noiva que Levou 35 Anos na Esperança do seu Casamento” (Grupo Arte Macuco), “Baianidade Nagô” (Cia. Gente de Teatro da Bahia), “Blééér – 1º Movimento” (Cia. Obcena), “Contadores da Cena” (Grupo Cultural Anexu’s), “Do Rato de Esgoto ao Rato de Brasília” (Grupo Choque Cultural), “Onde Mora o Perigo” (Grupo Teatral Felinos), “Os Cangaceiros” (Gueto Poético), “Quem Será o Pai do Filho de Maria?” (Grupo 1º de maio) e “Vai Trabalhar, Preguiça!!!!” (Caravana de Téspis).

Programação no interior* – Assim como em todas as quartas-feiras da programação da Temporada Verão Cênico em janeiro e fevereiro, a data de encerramento do projeto tem pautas de espetáculos em cidades do interior da Bahia, sempre às 20 horas e com ingresso a R$ 1.

No Centro de Cultura Amélio Amorim, em Feira de Santana, o espetáculo “Lampião, Com Esse Pecado Não”, da Cia. Grigri – A Trupe da Biblioteca Itinerante, com direção de Amélia Passos, retrata o imaginário popular do cotidiano do cangaceiro Lampião em suas ações desafiadoras nas bandas do sertão brasileiro. Em Jequié, no Centro de Cultura Antonio Carlos Magalhães, a peça é “Teodomiro Majestade: As Últimas Horas de um Prefeito”, do Teatro Popular de Ilhéus, dirigida por Romualdo Lisboa, que parte das páginas da literatura de cordel para falar do jogo da corrupção, dos conchavos e falcatruas da política.

No Centro de Cultura de Porto Seguro, “Catirina e Boi Mimoso”, espetáculo do Teatro Itagiba, conta que Catirina grávida, de madrugada, sentiu desejo de comer cozido de língua de boi – só que tinha de ser a língua do boi mimoso, o boizinho mais querido da fazenda. Para fechar, em Vitória da Conquista, no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, “Romeu e Julieta Além da Vida”, da Cia. de Teatro Espírita Artessencia e direção de Antonio Campos Oliveira, tem como pano de fundo a imortalidade da alma, contando do encontro do jovem casal no vale dos suicidas.

*A sessão do espetáculo “Vozes da África”, de Jacilene Coutinho Bonfim, que ocorreria no Centro de Cultura Olívia Barradas (Valença), foi suspensa por motivos de saúde, segundo sua produção.

TEMPORADA VERÃO CÊNICO
Último dia: 29 de fevereiro de 2012, quarta-feira

SALVADOR
Amostrão “Teatro de Rua para a Cidadania”, na Praça Municipal
17h00, grátis: “A Mesa” (Cia. Intiquentos de Teatro e Circo), “A Noiva que Levou 35 Anos na Esperança do seu Casamento” (Grupo Arte Macuco), “Baianidade Nagô” (Cia. Gente de Teatro da Bahia), “Blééér – 1º Movimento” (Cia. Obcena), “Contadores da Cena” (Grupo Cultural Anexu’s), “Do Rato de Esgoto ao Rato de Brasília” (Grupo Choque Cultural), “Onde Mora o Perigo” (Grupo Teatral Felinos), “Os Cangaceiros” (Gueto Poético), “Quem Será o Pai do Filho de Maria?” (Grupo 1º de maio) e “Vai Trabalhar, Preguiça!!!!” (Caravana de Téspis).
Praça do Campo Grande
18h00, grátis: “Enfim Só…!” (Teatro Amador da Cia. Aristocratas)
Espaço Xisto Bahia
19h30, grátis: “Quadro de Opostos” (Teatro Amador do grupo Mudando a Cena)
20h00, R$ 1: “As Feministas de Muzenza” (Espetáculo da Cia. Gente de Teatro da Bahia, direção de Luis Bandeira)
Sala do Coro do TCA
19h30, grátis: “Bah-rio” (Teatro Amador do grupo Bóssambá)
20h00, R$ 1: “O Poetinha no Circo” (Espetáculo com direção de Audrey de Brito Consiglio)
Teatro Gamboa Nova
19h30, grátis: “Romeu & Romeu” (Teatro Amador de Los Vira-latas)
20h00, R$ 1: “Matilde: La Cambiadora de Cuerpos” (Espetáculo da Cia. A4, direção de Hebe Alves)
Teatro Módulo
19h30, grátis: “Ô Inhô” (Teatro Amador da Harambê Nóis é Nóis de Teatro)
20h00, R$ 1: “Remendo, Remendó” (Espetáculo de A Outra Companhia de Teatro, direção de Luiz Antônio Jr.)
Theatro XVIII
19h30, grátis: “Baden-Baden” (Teatro Amador da Cia. Arapan)
20h00, R$ 1: “Os Mentirosos” (Espetáculo de O Bando de Artes Cínicas, direção de Mamo Castro)

OUTRAS CIDADES
Centro de Cultura Amélio Amorim, em Feira de Santana
20h00, R$ 1: “Lampião, Com Esse Pecado Não” (Espetáculo da Cia. Grigri – A Trupe da Biblioteca Itinerante, direção de Amélia Passos)
Centro de Cultura Antonio Carlos Magalhães, em Jequié
20h00, R$ 1: “Teodomiro Majestade: As Últimas Horas de um Prefeito” (Espetáculo do Teatro Popular de Ilhéus, direção de Romualdo Lisboa)
Centro de Cultura de Porto Seguro
20h00, R$ 1: “Catirina e Boi Mimoso” (Espetáculo do Teatro Itagiba)
Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, em Vitória da Conquista
20h00, R$ 1: “Romeu e Julieta Além da Vida” (Espetáculo da Cia. de Teatro Espírita Artessencia, direção de Antonio Campos Oliveira)

Realização: FUNCEB/ Centro de Culturas Populares e Identitárias/ SecultBA
Apoio: Rede Bahia
Mais informações: www.fundacaocultural.ba.gov.br/veraocenico

Anúncios

Os comentários estão desativados.