FUNCEB realiza encontro de avaliação da Temporada Verão Cênico nesta segunda-feira (5/3)

Sociedade civil é convidada a participar de balanço da primeira edição deste projeto de difusão do Teatro da Bahia

 

Na próxima segunda-feira, 5 de março, às 15 horas, no auditório do Conselho de Cultura da Bahia (Palácio da Aclamação – Campo Grande), a Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) vai fazer um encontro de avaliação da Temporada Verão Cênico, que, de 5 de dezembro de 2011 a 29 de fevereiro de 2012, promoveu um total de 180 apresentações de espetáculos de palco, de rua e cenas propostas por grupos de teatro amador, em Salvador e em cinco cidades do interior baiano.

A iniciativa, realizada como um projeto-piloto pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), através da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB) e Centro de Cultura Populares e Identitárias (CCPI), nasceu a partir de demandas apresentadas pela sociedade em reuniões de discussão sobre o Teatro da Bahia, e revela resultados e desafios que devem ser mais uma vez discutidos com a classe artística e a sociedade civil em geral para o aprimoramento das futuras edições.

Neste intuito, a FUNCEB, através de sua Coordenação de Teatro, convida os interessados na pauta para participar do encontro, que é aberto ao público e terá a presença da diretora da FUNCEB, Nehle Franke, do diretor de Artes da FUNCEB, Alexandre Molina, do ex-coordenador de Teatro da FUNCEB, Elísio Lopes – então responsável pela execução do projeto –, e de gestores dos teatros, produtores, artistas e grupos envolvidos. Serão debatidas questões como o preço dos ingressos, cachês de artistas, efeitos e desdobramentos do projeto no mercado teatral baiano, resposta e frequência do público, inclusão de espetáculos de dança na programação, dentre outras.

Sobre a Temporada Verão Cênico – A Temporada Verão Cênico foi concebida com o objetivo de estimular a difusão, a diversidade, a acessibilidade e a atuação em rede do teatro baiano, em seus diversos formatos. Com esta ação, uma mostra da produção teatral contemporânea da Bahia, tanto do teatro profissional quanto do teatro amador e de rua, foi introduzida no calendário do verão, somando-se às opções das artes cênicas já realizadas no período. Assim, o projeto buscou consolidar o mote de que “de segunda a segunda, tem Teatro na Bahia”, fortalecendo as atividades deste cenário e, através de uma campanha de incentivo e de ações de comunicação, dando visibilidade ao teatro baiano como uma opção de cultura durante a estação.

Outro objetivo do projeto foi o de fomentar a relação entre artistas e espaços culturais, atendendo ao interesse de estruturar uma rede produtiva sólida, em que as casas de espetáculos reforcem seus perfis diversificados e atuem também como programadores culturais. Para tanto, a FUNCEB consolidou parceria com 10 espaços culturais do estado, tanto públicos quanto privados: na capital, o Espaço Xisto Bahia, Sala do Coro do TCA, Teatro Gamboa Nova, Teatro Módulo e Theatro XVIII; no interior, o Centro de Cultura Amélio Amorim (Feira de Santana), Centro de Cultura Antônio Carlos Magalhães (Jequié), Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima (Vitória da Conquista), Centro de Cultura de Porto Seguro e o Centro de Cultura Olívia Barradas (Valença).

A lista de espetáculos que participaram da Temporada Verão Cênico foi montada através de seleção por edital público, lançado pela FUNCEB em setembro passado. Foram contabilizadas 96 propostas de espetáculos de todo o estado, analisadas por uma comissão de seleção formada por representantes do Estado, do Sindicato de Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado da Bahia (SATED-BA) e de cada um dos espaços culturais envolvidos. Os 34 selecionados se dividiram em duas categorias. Na primeira, “Temporada Pelourinho”, três montagens se apresentaram nas segundas-feiras de dezembro, janeiro e fevereiro no palco do Largo Quincas Berro d’Água, no Pelourinho, gratuitamente. O retorno do teatro ao Centro Histórico de Salvador atendeu à demanda da comunidade e dos comerciantes da região, diversificando e requalificando o uso dos largos do bairro. Na segunda categoria, “Quarta-Feira a R$ 1,00”, 31 peças foram encenadas às quartas-feiras de janeiro e fevereiro, nos espaços culturais que integraram o projeto, com ingressos ao valor simbólico de R$ 1.

A Temporada Verão Cênico integrou também o teatro amador e o teatro de rua, ampliando o alcance do projeto para além dos espetáculos selecionados pelo edital. A Mostra Faça a sua Cena promoveu apresentações de 34 grupos amadores em cenas e peças curtas em diversos locais de Salvador e nos foyers dos teatros da capital, antes das sessões dos espetáculos profissionais, e de 10 grupos de rua, em performances em ruas e festas populares de Salvador. A seleção destes trabalhos foi feita pela comissão organizadora do Festival de Teatro Amador da Bahia (Centro Cultural Ensaio), pela Rede Encena Salvador e pelo Movimento de Teatro de Rua da Bahia.

Encontro de avaliação da Temporada Verão Cênico
Quando: 5 de março (segunda-feira), 15 horas
Onde: Auditório do Conselho de Cultura da Bahia (Av. Sete de Setembro, 1330, Palácio da Aclamação – Campo Grande. Salvador/BA)
Aberto ao público

Anúncios

Os comentários estão desativados.