Dia Mundial do Teatro e Dia Nacional do Circo são comemorados na Bahia

FUNCEB publica agenda do Marco do Teatro e do Circo, avalia resultados da Temporada Verão Cênico, exibe VTs sobre o Circo da Bahia na TVE e propõe o projeto Praça do Circo

O Dia Mundial do Teatro e o Dia Nacional do Circo são celebrados na mesma data: 27 de março. Na Bahia, a mobilização em torno desta efeméride motiva a realização de diversas atividades durante todo o mês, chamando a atenção para a produção e as questões que se relacionam ao Teatro e ao Circo no estado. A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), se articula com a classe artística para também reverenciar este cenário pelo qual é responsável por promover. Assim, neste março de 2012, a FUNCEB publicou mais uma edição da agenda especial do Marco do Teatro e do Circo, apresentou os resultados da Temporada Verão Cênico num encontro público de avaliação, começa a exibir VTs sobre o Mapeamento e Memória do Circo na Bahia pela TVE e inicia o projeto Praça do Circo.

O Marco do Teatro e do Circo, desde 2007, é uma ação articulada pela FUNCEB, em parceria com artistas, grupos, produtores e espaços culturais de todo o estado, que publica uma agenda especial, disponível para download no site da FUNCEB (clique aqui para baixar) e distribuída gratuitamente em versão impressa em diversos municípios. O objetivo do material é contribuir para dar visibilidade à programação de Teatro e de Circo que se apresenta nas cidades baianas durante o mês de março, fortalecendo as políticas de incentivo e difusão que se realizam durante todo o ano e as reivindicações da área, que, nesta temporada festiva, tornam-se foco de publicização.

Este mês, especificamente no dia 5, também foi momento de a FUNCEB realizar um encontro de avaliação da Temporada Verão Cênico, projeto de difusão do Teatro da Bahia, cuja edição-piloto promoveu um total de 180 apresentações teatrais em Salvador e em cinco cidades do interior baiano, de 5 de dezembro de 2011 a 29 de fevereiro de 2012. O referido encontro, feito no auditório do Conselho de Cultura da Bahia, foi aberto ao público e contou com a presença da Diretoria da FUNCEB e de cerca de 60 participantes, entre gestores de teatros, produtores, diretores e artistas, envolvidos e não-envolvidos com o projeto, inclusive pessoas vindas do interior. Além do debate sobre as proposições e pontos de aperfeiçoamento da iniciativa, com registro das propostas da classe, foram apresentados os resultados obtidos.

A programação da Temporada Verão Cênico levou aos teatros da Bahia mais de 9 mil espectadores, numa ação que envolveu cerca de 130 artistas em 34 espetáculos de palco, além de 34 grupos de teatro amador e 10 grupos de teatro de rua, que fizeram encenações em espaços diversos, somando ainda mais números à quantidade de público alcançado. Como um dos desdobramentos da Temporada Verão Cênico, haverá um amostrão de teatro de rua, realizado por todos os grupos de teatro de rua participantes do projeto, na tarde do dia 27 de março, na Praça Municipal de Salvador.

Já neste fim de mês, começam a ser veiculados pela TVE Bahia três VTs que demonstram momentos e resultados do Mapeamento e Memória do Circo na Bahia, feito através de viagens por toda a Bahia no contato direto com os circenses que atuam no estado, num trabalho de pesquisa que vem sendo realizado desde 2007. O Mapeamento já contabilizou 56 companhias, sendo 82% de circos itinerantes, 30% de pequeno porte e 52% de médio porte. Nesta ação, os pleitos apresentadas pelos circenses foram referência para ações como o lançamento do Edital Fura-Fura (2008), concurso inédito para a área circense que teve nova edição em 2010; apoio à criação da Cooperativa de Circenses da Bahia; oficinas de capacitação e qualificação em técnicas circenses; lançamento e distribuição da cartilha Bahia de Todos os Circos, um manual instrutivo voltado aos gestores municipais; ampliação de recursos financeiros para atender ao setor; e, ainda, o Curso de Gestão, Administração e Segurança na Área Circense, em parceria com a Fundação Nacional de Artes (Funarte).

FUNCEB propõe o projeto Praça do Circo e inicia articulação de primeira parceria com a Prefeitura de Vitória da Conquista – O projeto Praça do Circo, elaborado pela FUNCEB a partir das demandas da sociedade civil apresentadas em encontros setoriais e nas Conferências Estaduais de Cultura, objetiva consolidar parcerias entre a FUNCEB e prefeituras municipais da Bahia para a construção de espaços permanentes voltados ao acolhimento do Circo em cidades do estado. Esta proposta se baseia no fato de que a principal forma de apoiar artistas e companhias circenses itinerantes é oferecendo locais adequados para a montagem de seus picadeiros: os circos precisam de um terreno bem nivelado, com uma infraestrutura mínima de luz, água, esgoto e segurança, bem como de acessibilidade garantida para o público.

Assim, o projeto Praça do Circo inclui um modelo de estruturação física do espaço e as necessidades básicas para sua manutenção, sendo colocada aos gestores municipais a responsabilidade da instalação do local. Em contrapartida, a FUNCEB se compromete a apoiar e organizar a itinerância dos circos, através da articulação com artistas e promoção de editais voltados a esta área, e sistematizar programações variadas para ocupação destas praças – afinal, espaços como estes podem motivar desdobramentos que acolhem outros eventos e linguagens artísticas.

A iniciativa também prevê a proposição de um Projeto de Lei Municipal Praça do Circo, que garanta aos circenses uma continuidade na utilização das referidas Praças do Circo, bem como apresentações dos seus espetáculos e melhoria na qualidade artística e técnica dos profissionais envolvidos na itinerância circense.

No primeiro passo desta articulação, no dia 12 de março, a Diretoria da FUNCEB apresentou o projeto à Prefeitura da Vitória da Conquista, que acolheu positivamente a proposta, devendo ser a cidade a primeira a ter a Praça do Circo na Bahia. Nesta fase inicial, outros municípios serão contatados ao longo deste ano, firmando uma rede de espaços e ações que vão contribuir para o fortalecimento e o desenvolvimento do Circo na Bahia.

Anúncios

Os comentários estão desativados.