Concerto ao Amado Amar celebra o centenário de Jorge Amado

Espetáculo com direção musical de Luciano Calazans mescla música popular e erudita numa viagem pela obra do escritor baiano

A Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia (SecultBA) apresenta o Concerto ao Amado Amar, parte das comemorações do Governo Estadual pelos 100 anos de nascimento de Jorge Amado. O espetáculo, com direção musical e arranjos de Luciano Calazans e direção artística de Maurício Martins, mescla música popular e erudita, tendo a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) na condução das canções e do passeio dos artistas Moraes Moreira, Saulo Fernandes, Luiz Caldas, Carla Visi, Gerônimo, Roberto Mendes, Ana Mametto, Claudia Cunha, Manuela Rodrigues e Alexandre Leão. Serão duas apresentações: a primeira, no dia do aniversário do escritor baiano, 10 de agosto (sexta-feira), às 21 horas, na Sala Principal do Teatro Castro Alves, e a segunda, no dia 11 de agosto (sábado), às 20 horas, no Terreiro de Jesus (Pelourinho), ambas com entrada gratuita.

O repertório é fruto de uma pesquisa sobre a obra de Jorge Amado, remetendo ao universo literário criado pelo escritor baiano e apresentando, inclusive, composições assinadas por ele próprio, além de músicas encomendadas pelo autor para algumas das muitas séries e filmes baseados em seus escritos. Dorival Caymmi, amigo e parceiro, também impera na seleção. É Doce Morrer no Mar (de Dorival Caymmi e Jorge Amado), Vamos Falar de Tereza (Dorival Caymmi), O ABC de Jorge Amado (Moraes Moreira), Tema de Amor a Gabriela (Tom Jobim), A Luz de Tieta (Caetano Veloso) e Jubiabá (Gerônimo) são algumas das que integram o espetáculo de uma hora e meia de duração. “O concerto inspira literatura e expira harmonia, melodia, sons e tons variados peculiares do escritor que, ao lado de Caymmi, Verger, Caribé, colocou a Bahia como uma terra de mistérios e misticismo”, apresenta Luciano Calazans, que é baixista, arranjador, compositor e produtor musical de reconhecida atuação na Bahia e no Brasil.

Além da OSBA, que está comemorando 30 anos de atividade e que se insere nesta homenagem também na celebração deste marco, uma banda formada pelos músicos Alexandre Montenegro (baixo elétrico e acústico), Léo Brasileiro (guitarra e violão), Bruno Aranha (piano), Mauro Tahin (bateria), Ivan Santos, Tainnã Chagas e Rudson Daniel (percussão) completa o tom das execuções. “Não é novidade a fusão da música popular com a música erudita, mas o diferencial neste concerto é que a OSBA será o ‘mar’ e os outros instrumentos, bem como as canções, serão os ‘saveiros’ navegando no sinfônico com um hibridismo que quase não será possível distinguir onde começa o popular e onde termina o erudito, e vice-versa”, explica Calazans, que finaliza: “O concerto está recatado como Dona Flor, brejeiro e faceiro como Gabriela e apimentado e sagaz tal qual Vadinho”.

Concerto ao Amado Amar
Sala Principal do Teatro Castro Alves
Quando: 10 de agosto (sexta-feira), 21 horas
Terreiro de Jesus (Pelourinho)
Quando: 11 de agosto (sábado), 20 horas
Quanto: Entrada franca*
* Para o Concerto no TCA, o pré-convite do evento poderá ser trocado por duas cortesias na bilheteria do teatro, a partir do dia 8 de agosto, das 12h às 18h, ou até 1h antes do início do espetáculo. Trocas sujeitas à lotação da Sala Principal do TCA. Informações: 71 3117-4899. 

Anúncios

Os comentários estão desativados.