FUNCEB divulga selecionados para o Ação Poética em Alagados

10 artistas/grupos vão participar da 2ª edição do projeto de intervenção artística e social que acontecerá durante cinco dias de setembro

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), em parceria com a Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (SUDECULT), através da Diretoria de Espaços Culturais e o Espaço Cultural Alagados, divulga a lista dos 10 artistas/grupos que irão participar da 2ª edição do Ação Poética nas Comunidades, que vai acontecer em Alagados (Salvador/BA) entre os dias 11 e 15 de setembro de 2012. Eles foram selecionados através de Chamada Pública, que recebeu inscrições de 16 a 26 de julho passado, para realizar oficinas e performances dentro do projeto, que intenciona promover intervenção artística e social por meio da poesia, em sua diversidade de estilos e abordagens, em comunidades populares. A lista final da seleção, incluindo os suplentes, está disponível aqui.

Aberta à participação de artistas e grupos residentes na Bahia, atuantes nas áreas literárias, poéticas ou na interação delas com outras linguagens artísticas, a Chamada Pública do Ação Poética em Alagados atraiu 132 inscritos, sendo 101 deles de Salvador e 31 de outras cidades. Conforme as vagas disponibilizadas, três artistas foram selecionados para promover oficinas com carga horária de 12 horas, ao longo dos quatro primeiros dias do projeto, além de para participar da intervenção final no quinto e último dia, que vai integrar também os outros sete artistas/coletivos selecionados especificamente para a ação de encerramento.

Para a função de oficineiro, os três participantes serão: Jorge Douglas Reis de Almeida, escritor e criador da Biblioteca Prometeu Itinerante, que promoverá a oficina Poesia Cidadã, que visa a incentivar o hábito da leitura e difundir a poesia baiana histórica e contemporânea para 20 crianças entre 8 e 12 anos da comunidade; Laura Castro de Araújo, doutoranda em Artes Cênicas e Mestre em Literatura, que ministrará, juntamente com Flávio Oliveira e Tiago Ribeiro, a oficina Grafias Expandidas: Intervenções Poéticas com Serigrafia e Estêncil, que combina literatura e artes visuais, instigando os participantes a criarem seus próprios objetos literários, desde o livro até intervenções poéticas na cidade; e o historiador Ramon Mota Coutinho, que trará a oficina A Poética dos Olhares Periféricos, buscando sensibilizar os participantes sobre a capacidade do audiovisual captar narrativas poéticas através das mais diversas cenas do cotidiano em bairros periféricos da capital baiana.

Os outros sete artistas/grupos que participarão do projeto com apresentações e performances são o poeta, cordelista e músico Ademilton dos Santos Júnior, conhecido comoPardal do Jaguaripe; a atriz, produtora cultural, diretora teatral, professora e doutora em Artes Cênicas Cristina Dantas; a poetisa Karina Rabinovitz, que trabalha com intervenções poéticas a partir de objetos poéticos, videopoemas e intervenções urbanas; o grupo Importuno Poético, inscrito por Lutigarde Gama de Oliveira, que reúne também outras duas “poetrizes” (poetisas/atrizes): Cléa Barbosa e Jocelia Fonseca; o Coletivo Poesia Além das Sete Praças, representado pelo arte-educador Marcos Figueredo Silva, conhecido como Marcos Peralta, que se junta a outros poetas populares no grupo; o educador Sandro Ribeiro dos Santos, o Sandro Sussuarana, representando o cenário poético da periferia; e a escritora e atriz Thais Alves de Assis, coordenadora do Projeto Leituras Musicadas.

Os três profissionais que vão ministrar aulas receberão um cachê no valor de R$ 2,2 mil pelas atividades assumidas. Os selecionados para a ação final terão remuneração de R$ 800. Os residentes no interior da Bahia também terão R$ 500 de ajuda de custos de transporte, hospedagem e alimentação em Salvador. A comissão de seleção foi formada por Kuka Matos, Maria Marighella e Nancy Vieira.

O Ação Poética nas Comunidades é um evento gratuito, aberto ao público. Sua estreia aconteceu em 25 de março passado, na comunidade do Solar do Unhão, na Avenida Contorno, em edição-piloto. O objetivo central do projeto é contribuir para amenizar carências socioculturais em locais que apresentem tensão social, problemas de violência e escassez de bens culturais, proporcionando um tempo e um espaço para reflexão, sob o encanto da palavra poética. Cada vez mais assumida como uma arte interdisciplinar e com inúmeras possibilidades de abordagem, a poesia extrapola os espaços canônicos e invade praças, ruas, becos, favelas, bares, muros etc., deixando a cidade mais colorida, mais leve e mais humana.

Informações: 71 3324-8507 / acao.poetica@funceb.ba.gov.br
Realização: FUNCEB/ SecultBA
Apoio: Espaço Cultural Alagados/ DEC/ SUDECULT
Acesse documento do resultado:
Resultado Ação Poética em Alagados

Anúncios

Os comentários estão desativados.