FUNCEB lança 2ª edição da cartilha Bahia de Todos os Circos

Publicação, revista e atualizada, incentiva e orienta o acolhimento de circos nas cidades baianas

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), lança, no dia 03 de outubro, no Circo Picolino, (Av. Otávio Mangabeira, s/n, Pituaçu) a 2ª edição da cartilha Bahia de Todos os Circos, cujos principais objetivos são facilitar o relacionamento entre os artistas circenses e os poderes públicos municipais e estimular a boa acolhida do circo nas cidades baianas. A publicação foi revista e atualizada, através da contribuição e sugestões da classe circense para aperfeiçoamento do material. A primeira edição, lançada em 2010, teve sua tiragem de 2.500 exemplares esgotada.

A iniciativa integra as ações do Núcleo de Artes Circenses da FUNCEB/SecultBA, criado em 2007 para fomentar a produção, a difusão, o registro, a memória e a formação dos artistas circenses, sensibilizando comunidades, prefeituras e outros órgãos envolvidos no processo de itinerância dos circos e das atividades circenses. “O lançamento deste livreto é o marco inicial para a distribuição desta publicação, demonstrando o quanto ela é prática, útil e importante para os circos itinerantes e artistas circenses de um modo geral. Estamos trabalhando em parcerias com os circos para melhorar a qualidade de cada um que transita pelo Estado”, explica Alda Souza, Coordenadora de Circo da FUNCEB. A publicação ressalta ainda as ações iniciais do Mapeamento e Memória do Circo, que vem sendo realizado pela FUNCEB para o reconhecimento da realidade circense no estado, e que, entre 2007 e 2011, levantou cerca de 50 companhias, artistas, trupes, circos itinerantes e escolas de circo.

A nova tiragem da cartilha Bahia de Todos os Circos será endereçada a prefeituras, dirigentes de cultura, representantes de órgãos dos 417 municípios da Bahia, Secretarias de Cultura de outros estados brasileiros, instituições de ensino e instituições na área circense. Com apresentação feita pelo Secretário de Cultura do Estado da Bahia, Albino Rubim, a cartilha apresenta uma introdução sobre o histórico do circo na Bahia, mapas que ilustram a atividade circense nas diversas regiões baianas, instruções sobre a manutenção da formação escolar para crianças e jovens que itineram com suas famílias, informações sobre as políticas públicas estaduais e federais para esta linguagem artística e orientações de como os municípios, através de seus órgãos gestores, podem apoiar os circos e recebê-los com segurança e eficiência, garantindo o acesso do público e a manutenção qualificada desta arte milenar na Bahia. A cartilha Bahia de Todos os Circos também está disponível no site da FUNCEB: www.funceb.ba.gov.br.

Anúncios

Os comentários estão desativados.