Itabuna avança na consolidação do seu Conselho Municipal de Cultura

Seminário definiu metas para a implantação da instância representativa da comunidade cultural itabunense

A Associação Cultural Amigos do Teatro (ACATE) e a Academia Grapiúna de Letras (AGRAL), com suporte da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), do Conselho Estadual de Cultura da Bahia (CEC-BA) e da ONG Comunidade Tia Marita, reuniram vários segmentos da sociedade itabunense no Seminário de Implementação do Conselho Municipal de Cultura. O evento, realizado no último dia 19 de novembro, no Teatro-Sala Zélia Lessa, na própria cidade, teve como objetivo discutir temas relacionados à produção cultural, à luz da Lei Orgânica da Cultura do Estado da Bahia (Lei nº 12.365 de 30/11/2011), que dispõe sobre a Política Estadual de Cultura e institui o Sistema Estadual de Cultura.

A FUNCEB foi representada pelo seu assessor de Relações Institucionais, Kuka Matos, e pelo assessor do Núcleo de Artes Circenses, Wendel Damasceno. Já o CEC-BA esteve representado por Normelita Oliveira, que preside a Comissão dos Conselhos Municipais de Cultura. Participaram também do Seminário vereadores que se comprometeram em apoiar integralmente o movimento.

Depois de um dia inteiro de discussão, a proposta de implantar ou reimplantar o Conselho Municipal de Cultura de Itabuna ficou condicionada à realização de um Fórum de Debates, imediatamente criado, para dar prosseguimento a este processo, decisão que encontrou apoio unânime da plenária. Uma comissão formada por sete representantes de segmentos distintos da sociedade vai coordenar o Fórum em todos os seus passos e trâmites legais e levar suas conclusões a uma audiência pública na Câmara de Vereadores da cidade em data a ser agendada. Ficou definido, ainda, o primeiro encontro da comissão para organizar a criação do Fórum de Cultura de Itabuna, que acontecerá no dia 6 de dezembro, às 18h30, no mesmo local.

Informações fornecidas pela Assessoria de Comunicação da ACATE.

Anúncios

Os comentários estão desativados.